terça-feira, 9 de agosto de 2011

Um lugar chamado Escola

Em 2050: 
- Vovó, conta uma história para eu dormir? 
- Claro! - diz a vovó - Era uma vez, um lugar onde as crianças, jovens e adultos se encontravam com seus professores e colegas para aprender. Lá, existiam várias coisas que os professores usavam para ensinar: uma lousa, e também outros equipamentos como um data-show, computador... Tudo para que o professor pudesse transmitir seus conhecimentos presencialmente para seus alunos. E estes, tinham que sair de suas casas todos os dias para aprender. Não podiam faltar. Mesmo se chovesse, ou se o ônibus quebrasse, ou ainda, se fosse longe e tivesse que ir para outra cidade, os alunos e os professores não podiam faltar. 
- Nossa vovó! Esse lugar existiu mesmo!? Como era o nome dele?
- Existiu sim! O nome dele era Escola.
- Como assim 'Escola'!? Quer dizer que antigamente as pessoas tinham que sair de suas casas para aprender?
-Sim, meu neto! Essa história é real. A Escola foi um lugar onde a vovó ia para aprender e depois, como professora, ensinava seus alunos."
-Nossa vovó! Que engraçado...! - comenta o netinho com uma boa risada.
Depois que a vovó terminou de contar sobre a Escola, o netinho dormiu imaginando como poderia ter sido esse lugar.

Talvez essa história seja contada bem antes do ano sugerido no início deste post...!

13 comentários:

  1. Olá Leila!

    Parabéns pelo blog, adorei a história e acredito que isso aconteça bem mais cedo mesmo.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Tati!

    Para ser sincera, acredito também que a história pode acontecer antes que a gente imagina.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Bom, não quero acreditar nisso, mas como o avanço tecnológico é inevitável, bem possível esse texto num futuro bem próximo!!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá, querida amiga:

    Se não tomarmos uma providência hoje esse futuro infelizmente vai acontecer, porque a educação neste país está péssima, e os professores não tem festímulo moral e muito menos financeiro,fazendo com que não se importem com a educação dos alunos e estes por outro lado não tem estímulo familiar para estudar. Vamos repensar nossos conceitos e valores.
    Um abraço,
    Katcilene.

    ResponderExcluir
  5. Creio que o ambiente escolar associados a profissionais de educação comprometidos realmente, podem mudar a imagem do país no exterior. Principalmente a EAD com certeza nivelará essa situação circunstâncial.Por que atende de maneira democrática aoes que necessitam de atualização profissional.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Leila!
    Muito interessante o seu texto. Infelizmente, acho que os cursos (educação como um todo) presenciais estão fadados à extinção e as relações interpessoais a uma esfera cada vez mais virtual. Eu mesma, que me entristeço com isso, outro dia me peguei entusiasmada com um curso de línguas a distância.
    Bom, também acredito que seu texto pertença a um futuro bem próximo.

    ResponderExcluir
  7. Pode ser que isso realmente aconteça... Como falei no post anterior trata-se de uma modalidade que veio acrescentar, eu sou adpeta dos cursos virtuais como já disse, mas me preocupo com uma coisa: è uma forma muito solitária de aprender...

    ResponderExcluir
  8. EaD é uma modalidade de ensino inclusiva. Atualiza, complementa e desenvolve competências estratégicas voltadas para o exigente mercado de trabalho: responsabilidade, disciplina, foco, objetividade, respeito ao ritmo de cada um. Leila, seu posicionamento vale como reflexão, provocação e incentivo.

    ResponderExcluir
  9. Verdade Leila, a tecnologia e a facilidade de comunicação dentro de casa, está colocando cada vez mais em extinção as coisas manuais, como ir ao banco para pagar contas, fazer compras, inclusive nossa forma de ensino! Gostei do texto, sinto que com a tecnologia cada vez mais avançada, vai ficar realmente mais dificil ver crianças e adultos no colégio, faculdade ou cursos... É um tema muito importante a ser debatido! Parabéns pelo Blog

    ResponderExcluir
  10. Obrigada Jéssica. Seu comentário certamente abre margem para pensarmos em tantas coisas que a tecnologia nos proporciona. O desafio é o acesso de todos a ela e que seu uso seja proveitoso.

    ResponderExcluir
  11. Era da informação, mas acabamos esquecendo da qualidade de vida, de ter amigos, das brincadeiras... Acho que a tecnologia nos ajuda muito em vários fatores, com a organização de contas e a cobrança de estudo na área profissional, temos e precisamos dessas ferramentas... Mas não podemos esquecer das coisas simples que fazem da vida um momento realmente especial...
    equilíbrio... é difícil ter, mas pode ser uma saída...
    adorei o blog!!

    ResponderExcluir
  12. Rasmie Sleiman Ghazzaoui17 de setembro de 2011 23:54

    A educaçÃo esta passando por profundas transformações e revolucionando o conceito de aprendizagem. O que se busca hoje é algo que seja compatível com os tempos modernos, na qual exista individualidade, respeito, alegria, e não mais uma relação de dependência. Sem a escola ocorre o processo de despersonalizaçÃo, abandona suas características e gera o egoísmo. Espero que isso seja apenas utopia, realmente apenas um conto.

    ResponderExcluir
  13. Obrigada pelo comentário Rasmie. São visões diferentes sobre um mesmo aspecto que enriquecem os debates sobre EaD. Pelo o que venho observando no meio acadêmico, essa é uma forte tendência que poderá acontecer. Sinceramente também tenho certa insegurança ao pensar em um futuro como este, pois estamos vivenciando uma fase de transformações. Acredito que, se essa for a nossa realidade, teremos que nos adaptar, desenvolver competências diferenciadas e não deixar que certos valores desapareçam.

    ResponderExcluir